segunda-feira, 1 de abril de 2024

Peça do mês - abril

 

A libertação de Andrómeda

Óleo sobre tela

Att. Antoine Coypel

Século XVIII

167,6 cm X 83 cm

CP – MA

Inv. Nº 84.339

A peça do mês de abril é uma pintura da Escola Francesa do século XVIII, representa uma cena da mitologia grega: A libertação de Andrómeda. Nela está representado Perseu (semideus, conhecido por ser o fundador da mítica cidade-estado de Micenas) libertando Andrómeda (princesa da Etiópia, oferecida como sacrifício a um monstro marinho).

O herói da mitologia grega é retratado no ato de libertar Andrómeda, depois de derrotar o monstro do mar que a manteve como prisioneira. Perseu usa capacete, couraça, manto e sandálias aladas, que lhe permitiam voar, em segundo plano vê-se o escudo com a cabeça de Medusa (monstro do sexo feminino, tinha a particularidade de quem olhasse diretamente para ela seria transformado em pedra, foi decapitada pelo herói Perseu, que usa a sua cabeça como arma) A princesa Andrómeda aparece representada seminua algemada nos tornozelos, encontrando-se junto a um precipício e Perseu está a libertá-la das correntes que a prendem.

O pintor Antoine Coypel (1661-1722) era filho do também pintor francês Noel Coypel, com ele estuda quatro anos na cidade de Roma. O artista recebeu uma cuidadosa educação literária e artística, com apenas dezoito anos foi admitido na Academia Real de Pintura e Escultura de Paris, tornando-se professor e reitor desta Instituição em 1707 e diretor sete anos depois.