quinta-feira, 16 de maio de 2019

Dia Internacional dos Museus - 18 de Maio de 2019

O ICOM seleciona anualmente para o Dia Internacional dos Museus um tema que está no centro das preocupações da sociedade. Este ano a reflexão centra-se no futuro dos museus e no seu papel central para o desenvolvimento da sociedade em todo mundo. O tema escolhido é: Museus como centros culturais: o futuro da tradição.
O papel dos museus na sociedade está a mudar. Os museus continuam a reinventar-se na procura por se tornarem mais interativos, focados no público, orientados para a comunidade, flexíveis, adaptáveis e móveis. São agora polos culturais que funcionam como plataformas onde a criatividade combina com o conhecimento e onde os visitantes também podem co-criar, compartilhar e interagir.
Enquanto preservam suas principais missões – colecionar, conservar, comunicar, investigar, expor – os museus transformaram as suas práticas para se manterem próximos das comunidades que servem. Hoje, procuram formas inovadoras de lidar com questões sociais contemporâneas e conflitos. Agindo localmente, os museus também podem defender e mitigar os problemas globais, esforçando-se para enfrentar proativamente os desafios da sociedade atual. Como instituições no coração da sociedade, os museus têm o poder de estabelecer o diálogo entre culturas, construir pontes para um mundo pacífico e definir um futuro sustentável.
A Casa dos Patudos-Museu de Alpiarça/Câmara Municipal de Alpiarça associacam-se a esta iniciativa com o seguinte programa:
 

15h00
Arte nas vossas mãos
Arte ao vivo com a colaboração de artistas locais integrados na exposição “Gentes da Nossa Terra”
- Ana Rita Manique
- David Canha
- Fernando Branco
- João Inocêncio
- Joana Branco
- Pedro Branco
Local: Pólo Enoturístico da Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça
16h00
A arte como forma de expressão
Conversa informal com os artistas locais e público em geral
Local: Pólo Enoturístico da Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça
17h30
Concerto com Quarteto Quadrivium
Quarteto de cordas interpreta temas da música atual (rock, pop)
Local: Auditório da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça
Visitas Guiadas Gratuitas à Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça
(Horário da Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça 10h00-12h00 – 14h00-17h30).
Entrada Gratuita
Aceite o Convite

domingo, 15 de maio de 2016

Casa dos Patudos - 56º Aniversário

Casa dos Patudos - 56º Aniversário

No ano de 1960, no dia 15 de Maio, abriu ao público a Casa dos Patudos.

Ao longo destes 56 anos temos mantido este legado, único no país, contribuindo para a sua preservação e divulgação. Disso são exemplo o reconhecimento da Entidade Regional de Turismo que nos agraciou com o prémio de Melhor Projecto Público 2015, nos Prémios Turismo do Ribatejo. Também a Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico (APMCH), que pelo trabalho notável de recuperação do edifício e dos espaços envolventes da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça, atribuiu, no Dia Nacional dos Centros Históricos, a Medalha de Ouro ao Município de Alpiarça.
Hoje ajudaram-nos a celebrar 112 visitantes.





 A Casa dos Patudos espera a sua visita... aceite o convite.
Seja sempre bem-vindos à Casa dos Patudos.

sábado, 14 de maio de 2016

Dia Internacional dos Museus

Celebre Connosco o Dia Internacional dos Museus - 18 de Maio.
21h30
Concerto Banda Juvenil da Sociedade de Instrução e Recreio Carregueirense “Vitória”
Polo Enoturístico
Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça
Aceite o Convite

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Dia Internacional dos Museus

O Dia Internacional dos Museus, criado pelo ICOM – Conselho Internacional de Museus, celebra-se anualmente a 18 de maio, o tema proposto para 2016 - "Museus e Paisagens Culturais" –, visa promover a ideia de museu enquanto centro territorial de uma protecção activa da paisagem cultural. Essa função pode ser exercida em diferentes níveis, nomeadamente através da sensibilização das comunidades para o papel interventivo que podem desempenhar na conservação e valorização deste universo patrimonial tão vulnerável, e contribuir para minimizar a sua degradação ou até mesmo o seu aniquilamento.
A Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça/Câmara Municipal de Alpiarça associacam-se a esta iniciativa com o seguinte programa:
Ao longo do dia - Visitas Gratuitas à Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
21h30
Concerto Banda Juvenil da Sociedade de Instrução e Recreio Carregueirense “Vitória”
Polo Enoturístico
Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Pais e Filhos com Música


                                                             Pais e Filhos com Música 

21 de Maio de 2016
16h30
Auditório da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça
Entrada Gratuita

Encontro entre Pais e Filhos, numa viagem pelo fascinante mundo da Música, na qual miúdos e graúdos têm a oportunidade de ouvir, tocar e cantar músicas de diversos estilos e ambientes musicais, de forma interactiva, descobrindo sons e paisagens sonoras em conjunto, num belo momento de fruição musical.

Destinatários: 0 aos 5 anos.
Sessão dinamizada por:
José Miguel Vitória Rodrigues,
Licenciado em Ed. Musical, Mentor e Director artístico PAM.


Faça a sua inscrição através do telefone - 243559100 ou e-mail - gabinetecultura@cm-alpiarca.pt

domingo, 1 de maio de 2016

Peça do mês – Maio

                                                                         
 Narcisos
Óleo sobre Tela
S.d.
Sousa Lopes
72,1 cm x 42,8 cm
CP – MA
Inv. Nº 84.692

O pintor Sousa Lopes Nasceu em Leiria em 1879. Formou-se na Academia de Belas Arte de Lisboa e foi bolseiro em Paris onde estudou com Fernand Cormon. Expôs em 1906, 1907 e 1912 no Salon de Paris. Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) foi artista oficial do Corpo Expedicionário Português, período que inspirou a sua produção pictórica posterior. Destaca-se seguidamente com a sua pintura de cariz modernista, embora sem integrar o movimento. Sousa Lopes foi Director do Museu Nacional de Arte Contemporânea de 1929 a 1944, sucedendo a Columbano Bordalo Pinheiro.
A pintura Narcisos representa uma mulher com flores de narciso apanhando o seu cabelo. A figura feminina está representada de perfil, encostada ao que poderá ser uma parede, sobre a qual a luz de frente, fazendo parecer que esta se posiciona em frente a uma janela, através da qual a mulher olha.
A luz reflecte-se no seu corpo e roupas, fazendo destacar-se o tecido vermelho que segura com a mão. O tecido envolve o seu corpo, descaindo do seu ombro, revelando as suas costas e parte do seu vestido azul.
A paleta cromática é vibrante e contrastante, especialmente devido aos efeitos de luz e sombra criados pelo artista. A expressão da mulher é pensativa e de contemplação.

sábado, 30 de abril de 2016

Encontro de Coros - 7 de Maio

Encontro de Coros
7 de Maio de 2016 - 17h00.
Pólo Enoturístico da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
Aceite o Convite.